GoogleMap e CameraPosition no Android, Entendendo e Utilizando

Investir em Você é Barra de Ouro a R$ 2,00. Cadastre-se e receba grátis conteúdos Android sem precedentes! Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirma-lo é que eu poderei lhe enviar os conteúdos semanais exclusivos. Os artigos em PDF são entregues somente para os inscritos na lista.

Email inválido.
Blog /Android /GoogleMap e CameraPosition no Android, Entendendo e Utilizando

GoogleMap e CameraPosition no Android, Entendendo e Utilizando

Vinícius Thiengo
(3807) (2)
Go-ahead
"Não é quem você é que mantém você para trás. É quem você acha que você não é."
Denis Waitley
Kotlin Android
Capa do livro Mapas Android de Alta Qualidade - Masterização Android
Black Friday
TítuloMapas Android de Alta Qualidade - Masterização Android
CategoriasAndroid, Kotlin, Masterização, Especialização
AutorVinícius Thiengo
Edição
Ano2020
Capítulos11
Páginas166
Acessar Livro
Quer aprender a programar para Android? Acesse abaixo o curso gratuito no Blog.
Conteúdo Exclusivo
Investir em Você é Barra de Ouro a R$ 2,00. Cadastre-se e receba gratuitamente conteúdos Android sem precedentes!
Email inválido

Opa! Blz?

Nesse vídeo mostro como configurar algumas funcionalidades importantes no GoogleMaps como rotação do mapa, inclinação da câmera de visualização do mapa, definição de um posicionamento no mapa, tipo do mapa e finalmente a animação do posicionamento no mapa. Bem trivial de se configurar, essas funcionalidades são elas em maioria, exceto setMapType(), de métodos da classe CameraPosition, que nos permite configurar a visualização do mapa. A classe CameraUpdate também permite, porém ela é um tanto limitada, por exemplo, se quisermos colocar um inclinação de câmera de visualização com a classe CameraUpdate isso não é possível, por isso preferi já começar mostrando a classe CameraPosition por ser mais completa. Note que o método tilt() ou inclinação, tem uma limitação quando ao grau definido para inclinação da câmera, se passar de 90 é gerada uma Exception. O uso do método bearing() ou rotação se manteve apenas na definição via script, pois o emulador não permite a rotação com apenas um ponto de toque, que no caso é o cursor do mouse, porém o teste em um dispositivo Android real será muito válido para veras funcionalidades trabalhando a "vera". Note que como defini o SupportMapFragmet via API tive que colocar uma "gambiarra" para esperar o mapa ser carregado para depois obter a instância dele, porém ainda no vídeo eu mostro que se vc utilizar o SupportMapFragment via xml não há a necessidade dessa gambiarra. Então é isso, vou evitar mais delongas e deixa você assistir ao vídeo.

O link para download do projeto se encontra logo abaixo no post.

Se você ainda não o viu o primeiro vídeo da série do Google Maps V2 Android, segue link:

Google Maps V2 no Android, Inicio e Configuração

Segue links das páginas apresentadas no vídeo:

Página oficial do Google Maps Android V2

Página da entidade CameraPosition.Builder() no site oficial de desenvolvedores Android

Vlw.

Investir em Você é Barra de Ouro a R$ 2,00. Cadastre-se e receba grátis conteúdos Android sem precedentes!
Email inválido

Relacionado

Parser JSON no Android, Entendendo e UtilizandoParser JSON no Android, Entendendo e UtilizandoAndroid
Navigator Drawer na ActionBar Android, Entendendo e UtilizandoNavigator Drawer na ActionBar Android, Entendendo e UtilizandoAndroid
Parser RSS / Atom com a lib Rome no AndroidParser RSS / Atom com a lib Rome no AndroidAndroid
Google Maps V2 no Android, Inicio e ConfiguraçãoGoogle Maps V2 no Android, Inicio e ConfiguraçãoAndroid

Compartilhar

Comentários Facebook

Comentários Blog (2)

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...
28/10/2014
Thiengo eu sempre peguri o GoogleMap no onStart() da FragmentActivity, a alguma contra indicação a isso?
Responder
Vinícius Thiengo (0) (0)
29/10/2014
Fala Augusto, blz?
Bom, com Activity não vejo problema (mesmo que eu possa ter falado isso no vídeo), se funcionou não há problema. No fragment eu prefiro trabalhar obtendo a instância do maps no onResume(). Abraço
Responder