Freelancer Android

Receba em primeira mão, e com prioridade, os conteúdos Android exclusivos do Blog. Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirma-lo é que poderei lhe enviar os conteúdos exclusivos.

Email inválido.
Blog /Android /Freelancer Android

Freelancer Android

Vinícius Thiengo12/09/2017
(2599) (7) (185) (55)
Go-ahead
"Na falta de um foco externo, a mente se volta para dentro de si mesma e cria problemas para resolver, mesmo que os problemas são indefinidos ou sem importância. Se você encontrar um foco, uma meta ambiciosa que parece impossível e força-o a crescer, essas dúvidas desaparecem."
Tim Ferriss
Treinamento Oficial
Android: Prototipagem Profissional de Aplicativos
Black Week
CursoAndroid: Prototipagem Profissional de Aplicativos
CategoriaAndroid
InstrutorVinícius Thiengo
NívelTodos os níveis
Vídeo aulas+ 124
PlataformaUdemy
Acessar Curso
Receitas Android
Capa do livro Receitas Para Desenvolvedores Android
TítuloReceitas Para Desenvolvedores Android
CategoriaDesenvolvimento Android
AutorVinícius Thiengo
Edição
Ano2017
Capítulos20
Páginas934
Acessar Livro
Código Limpo
Capa do livro Refatorando Para Programas Limpos
TítuloRefatorando Para Programas Limpos
CategoriaEngenharia de Software
AutorVinícius Thiengo
Edição
Ano2017
Capítulos46
Páginas598
Acessar Livro
Conteúdo Exclusivo
Receba em primeira mão, e com prioridade, os conteúdos Android exclusivos do Blog.
Email inválido

Opa, tudo bem?

Neste artigo vamos entender um pouco mais sobre o mundo do freelancer Android.

Apesar de falarmos aqui, no Blog e canal, mais sobre programação Android, muitas dúvidas que chegam até mim são sobre trabalhos freelancer: quanto cobrar; como montar portfólio; e por ai vai.

Como a alguns anos tenho foco em meus próprios projetos, entendi ser prudente entrevistar um profissional Android que vive também como freelancer e tem carteira de clientes e portfólio para apresentar.

Abaixo o roteiro do artigo:

Entrevistado

Levi Saturnino é programador Android desde 2011 e já segue e compartilha conhecimento com o Blog e canal desde 2013, quando o projeto iniciou.

Apesar de eu frequentemente indicar uma lista de profissionais Android para a maior parte dos trabalhos que chegam até mim, escolhi o Levi, pois ele é o que comecei indicando e vejo que já tem um conhecimento tácito aprimorado quando se falando em trabalho freelancer Android.

Para saber mais sobre os trabalhos do Levi e também para entrar em contato com ele, entre em seu site de portfólio: http://levisaturnino.com.br.

Perguntas

Dividi as perguntas em quatro categorias:

  • Pessoais
  • Profissional freelancer
  • Clientes
  • Dicas freelancer

Revisei da melhor maneira possível para classificar corretamente as perguntas, mas sinta-se a vontade para, nos comentários, colocar a sua correção de ordem de questões e até mesmo perguntas que esperava e não encontrou.

Algumas perguntas podem ter respostas em outras anteriores, isso, pois eu enviei o questionário ao profissional já pensando em respostas que acarretariam em novas perguntas, mas sabendo que dependendo da resposta dele não haveria necessidade de uma outra pergunta.

Mesmo assim o conteúdo não ficou prejudicado. Ele vai sanar muitas de suas dúvidas no mundo do "freelancer Android".

Pessoais

1 - Como começou a desenvolver para Android?

Comecei a desenvolver quando estava na faculdade, em 2011.

2 - Como é a rotina de estudo, digo, quantas horas (ou minutos) por dia você dedica ao estudo do Android?

Como eu trabalho, o horário é curto durante a semana, mas em média eu tiro para estudar de três a quatro horas por dia e no final de semana, exatamente no domingo, tiro 6h.

Note que durante a semana estudo também no ônibus e no trabalho e não somente em casa.

3 - Quais os materiais de estudo que utiliza (livros, documentações, vídeos, Blogs, grupos nas redes sociais, …)?

Eu sou muito vibrado em livro físico, gosto de sentir o cheiro dele nas minhas mãos, com ele consigo puxar em qualquer lugar que me sinto bem para leitura, "sim" eu consigo me concentrar com zoada em público.

Mas a minha didática é sempre estudar pelo livro físico, PDF e depois gosto de ver vídeos relacionados ao assunto atual e procuro documentações, blogs, Slack, grupos de WhatsApp, Telegram e assim por diante.

4 - Você trabalha somente por conta própria ou também tem carteira assinada?

Hoje eu trabalho com carteira assinada e por conta própria. Por motivo que a conta própria ajuda a aumentar a minha renda mensal.

5 - Você é somente freelancer Android ou é também de outras tecnologias (Web e iOS, por exemplo)?

O skill mais forte é Android. Eu comecei por Android e não sabia nada de Web, porém no decorrer da minha profissão tive que aprender outras tecnologia como: iOS, Web (PHP e Java), Angular e Ionic.

Hoje tenho de saber de tudo um pouco para não perder dinheiro.

6 - Já pensou em fazer parceria para sair do nível freelancer e se tornar empresa / startup?

Já tive empresa de desenvolvimento mobile. Durou 3 anos e me rendeu alguns bons frutos nesse período. A ideia de startup, se for boa, vale a pena arriscar, desenvolver um app sólido. "Dizem que quem não arrisca não petisca".

Profissional freelancer

7 - Você participa de sites de freelancers (freelancer.com e 99freelas.com.br por exemplo)? Se sim, quais são todos os que participa?

Já vi vários sites de freelancers, mas não me interessei por nenhum. Porém acho muito interessante, pois essas ferramentas podem ajudar profissionais que não têm alguém para indicar o seu trabalho como freelancer.

Vejo muita gente boa que não se divulga e que reclama por não ter oportunidade em sua carreira. Eu sempre digo para fazer a divulgação nas redes sociais para que as pessoas tenham conhecimento sobre seus trabalhos.

8 - Os trabalhos Android que você fecha são responsáveis por qual porcentagem de seus ganhos mensais totais?

Vai depender muito do projeto, muitas das vezes eu nem mexo no meu salário para pagar as minhas contas. Mas em média fica em torno de 40% a 70% dos ganhos mensais.

9 - Sempre há trabalhos Android ou é algo sazonal? Se é sazonal, qual o período do ano que mais há demanda?

Sempre há trabalhos. As pessoas sempre procuram uma solução mobile para o seu problema. Mas há um período mais forte, as pessoas têm mais dinheiro no final do ano por causa do 13° salário, então elas tiram uma renda para investir em seus projetos pessoais.

10 - Qual a média de trabalhos Android, por mês, que chegam até você e qual a média que você aceita / fecha?

Eu chego a estar com três projetos simultâneos (essa tende a ser a média). Isso porque muitas vezes as funcionalidades são parecidas e eu consigo ganhar tempo, fazendo com que os códigos sejam aproveitados em outros apps.

A média de trabalhos Android que chegam até mim por mês é cinco.

11 - Quando você começou, com nenhum ou pouco portfólio, quanto cobrava por projetos Android (o valor mínimo)?

O meu primeiro projeto Android, em 2012, teve duração de um mês, foi para um evento local. Eu tive a ideia de juntar um grupo de pessoas para vender uma solução nesse evento.

Na época ganhamos R$ 3.000,00 durante a festividade e dividimos para quatro pessoas. No final fiquei com uns R$ 850,00. Esse foi o meu primeiro ganho como desenvolvedor mobile.

Posso dizer que dai por diante, digo, no início, minha média era de R$ 1.000,00.

12 - Hoje, qual é o valor mínimo para projetos Android que você aceita?

Depende, os clientes podem perguntar um valor fixo ou a hora de desenvolvimento. Para valor mínimo, app muito simples e valor fixo, eu cobro entre R$ 300,00 a R$ 500,00. Por hora, hoje eu trabalho com o valor de R$ 75,00.

13 - Como você defini os valores para os projetos Android que chegam até ti (por APIs que serão necessárias, por exemplo)?

Vejo as funcionalidades que serão necessárias, até APIs que terei de utilizar, defino o tempo em horas e então tenho o preço.

Mas também é possível definir o preço baseando-se somente nas funcionalidades, sem cálculo de horas, alguns freelancers trabalham somente assim.

14 - Sobre a pergunta anterior: você tem uma tabela sua, ou de terceiro, que segue para definir os preços adicionais por cada funcionalidade, incluindo as horas de desenvolvimento quando uma funcionalidade XYPZ está presente no projeto?

Não há uma tabela para consulta. Esses valores vêm com a experiência como desenvolvedor freelancer.

Hoje, mesmo eu levando menos tempo para a desenvolvimento de uma lista de itens, posso cobrar ainda mais por hora devido a experiência adquirida e portfólio expandido.

15 - Quando chega até você uma demanda de manutenção, ou seja, o projeto já foi desenvolvido, o modelo de definição de preço é o mesmo? Caso não, como é feito?

O preço é diferente, pois preciso entender o código de outro desenvolvedor. Coloco em torno de 20% a mais no valor final.

16 - É possível viver normalmente (cineminha, namorada, …) somente como freelancer Android? Se sim, qual a média de ganhos no mês somente com projetos desta plataforma?

Eu sempre tiro o sábado para minhas coisas pessoais (praia, bares, cineminha e namorar). Só quando o projeto precisa de muita dedicação passo sábado e domingo me dedicando ao máximo.

A média de ganho somente com Android é entre R$ 1.000,00 a R$ 1.500,00 mensais.

17 - Você sabe que vai continuar subindo seu atual valor mínimo de acordo com sua evolução e aumento de portfólio? Se sim, como trabalha essa evolução de preços: consulta o mercado; sobe com um valor definido por ti mesmo; …?

Sim, vou continuar subindo os valores. Analiso o mercado e os profissionais experientes na área. E faço a pergunta a eles por quanto ele cobra por projeto assim, assado e tal.

Porém também subo o valor de acordo com o aumento do portfólio que consequentemente me traz maior experiência e conhecimento.

18 - Quais são suas principais fontes de contratos: network (indicações); resultados de pesquisas do Google; …?

Por enquanto estou só com indicações e um site próprio onde as pessoas podem entrar em contato comigo.

19 - Qual o tempo mínimo que você pede para entregar um projeto Android simples?

Eu sempre digo um mês por N motivos, mas já tive projeto que passei duas semanas para entregar e outro que entreguei no mesmo dia, isso por ser muito simples.

20 - Até hoje os projetos Android que você desenvolveu, a maioria, foi em Java. Pretende prosseguir com o Kotlin, que promete aumentar a eficiência no dev, ou vai manter em Java?

95% foram em Java, mas hoje já comecei desenvolver com Kotlin e realmente vi um potencial enorme para desenvolvimento das minhas aplicações.

21 - Como é o modelo de pagamento (50% no início e 50% na entrega, por exemplo)?

Sim, sempre digo para fazer o depósito em minha conta e nunca tive problema nessa forma de pagamento: o cliente pagar 50% para iniciar o projeto e quando finalizar os outros 50%.

22 - É necessário ter ao menos o CNPJ MEI ou nenhum cliente chegou a solicitar isso, digo, um contrato formal?

Muito raro me pedirem o meu CNPJ. Se não me engano foram somente duas vezes. Sei que se eu for trabalhar utilizando o CNPJ o valor será mais caro, então nem comento a respeito.

Resumo: é bom ter para não perder dinheiro, mesmo sendo raro o pedido. MEI é um pouco mais de R$ 50,00 mensais.

23 - Você faz contrato para trabalho mensal (ou anual), digo, continuar evoluindo o app de um cliente e ele lhe pagando um valor mensalmente ou é sempre avulso? Se tem contrato, ele é redigido em cartório com auxílio de advogado ou é contrato de gaveta?

Eu tenho cliente que me informa que o app terá continuação e que eu prosseguirei como o desenvolvedor dele. Realmente prosseguimos com os trabalhos, mas tudo verbalmente, nada de cartório, eu somente passava o valor da atualização.

Resumo: os trabalhos são de pagamentos avulso.

24 - Você acha ser possível ter carteira assinada e mesmo assim pegar projetos freelas em paralelo (manter a qualidade na entrega) para aumentar a receita mensal?

Sim, eu consigo me dedicar as duas coisas ao mesmo tempo. Porém eu só durmo 3 a 4 horas por dia e transformo a minha madrugada em dia.

25 - Depois da criação de seu site de portfólio, você acha que o número de clientes aumentou? Até mesmo a aceitação de novos valores, digo, preços mais altos?

Sim, me ajudou bastante. Antes as pessoas me perguntavam pelo portfólio e eu mostrava todo fragmentado.

Agora concentrei todas as informações ao meu respeito no site, isso para saber do meu portfólio, o que eu faço e a minha carreira acadêmica.

26 - Você entrega também o código fonte e o arquivo keystore de assinatura, ou não, esses ficam com você?

Quando o cliente quer o código fonte e o arquivo keystore a aplicação fica mais cara.

27 - Quando você está sobrecarregado de projetos, chega uma nova demanda com prazo curto, você passa para outros freelancers ou somente informa que não tem como entrar no projeto demandado?

Quando eu vejo que não é possível me dedicar a demanda, eu mando o cliente procurar outro desenvolvedor e indico alguns locais para ele ir.

28 - Quando uma demanda que chega até ti requer parte em uma tecnologia que você não domina (Web server em Python, por exemplo), você pega o projeto e divide o trabalho com outro freela ou somente descarta o projeto?

Quando percebo que aparece muita demanda de alguma tecnologia que não domino, eu começo a estuda-la para não perder dinheiro.

Todavia, quando ainda sem domínio da tecnologia, procuro saber, entre meus amigos de faculdade quem tem conhecimento sobre para entrar comigo, caso contrário descarto o projeto.

29 - Você se preocupa em desenvolver com um código limpo, seguindo boas práticas, isso para uma futura manutenção sua ou de outros desenvolvedores?

Eu sempre sigo boas práticas de desenvolvimento, isso ajuda muito na manutenção e na legibilidade do código. Já peguei muito projeto "sem noção" que o modelo de codificação dificultava na manutenção.

Clientes

30 - Existem clientes que querem saber seu histórico (tempo e portfólio) como desenvolvedor para poder fechar projetos com você?

Sempre, umas das primeiras coisas que perguntam: quanto tempo de desenvolvimento e quantos aplicativos eu já fiz.

Muitas vezes é até engraçado, você domina uma tecnologia e as pessoas vêm algo complexo como uma aplicação simples para saber se você realmente é capaz de desenvolver.

31 - Já levou calote? Se sim, por que?

Óbvio, no começo quando eu estava aprendendo a desenvolver tive pessoas que prometeram muito dinheiro para o desenvolvimento da aplicação. É importante ficar atento.

Quando alguém lhe oferece oportunidade grandiosa e solicita o desenvolvimento sem ao menos te pagar um sinal... tome cuidado.

32 - Qual o perfil de cliente que você logo de início nem mesmo continua a conversa?

O que quer fazer tudo em um app com o preço baixíssimo. Mesmo assim dou a minha dedicação e vou levando aquele cliente até ele aceitar os termos reais da negociação.

33 - Já atrasou a entrega de algum projeto Android? Se sim, o que disse ao cliente para a entrega posterior ao prazo? Deu desconto a ele por causa disso? É normal atrasar a entrega?

Atrasar a entrega não é legal, porém há situações quase que inevitáveis que acarretam a isso. Algumas vezes pessoal outras são problemas no projeto mesmo.

No caso de problemas no projeto, é comum o atraso na entrega do conteúdo que falta para finalizar o app, conteúdo de responsabilidade do cliente. Quando o atraso é devido a problemas meus, eu faço algumas funcionalidades a mais para compensar.

E não, não é comum atrasar a entrega.

34 - Qual o seu comportamento com clientes "chorões", que pedem frequentemente para diminuir o preço?

É uma luta, mostro o porquê dos valores apresentados, no final tendemos a chegar a um acordo. Algumas vezes não compensa fechar o projeto, pois esse tipo de cliente, cliente de preço, tende a dar problemas no momento do desenvolvimento, mesmo com o preço muito abaixo do real.

Hoje, com mais experiência, fecho somente se o meu valor mínimo, para aquele projeto, for aceito.

35 - Existem clientes que têm preferencia por linguagem? Solicitam que o aplicativo seja desenvolvido na linguagem Java, por exemplo.

Até hoje não tive esse tipo de exigência, mas creio que com a chegada do Kotlin, como linguagem oficial no Android, futuramente teremos solicitações especificando também a linguagem, principalmente entre Java e Kotlin.

Já tive cliente com preferência de IDE, ao invés de Android Studio querendo que fosse utilizado o Eclipse, neste caso utilizei o Eclipse.

36 - A parte de criar a conta do cliente na PlayStore e colocar o aplicativo no ar, você também cobra, digo, como um extra ou é parte do valor total já passado ao cliente no início do projeto?

Eu não cobro, mas geralmente o cliente já tem a conta dele na PlayStore. Por um padrão meu, deixo isso como sendo a parte dele, principalmente por saber que é normal eles mesmos querem tocar essa parte do projeto: publicação do aplicativo.

37 - Quando o cliente muda os requisitos de um projeto com a codificação já iniciada, você atualiza o preço para cima, se for o caso, ou não, aceita a atualização de requisitos sem modificações no preço?

Eu digo que o novo requisito não esta no escopo do projeto, caso ele realmente queira eu aumento o valor do projeto.

Muitas vezes o cliente tem ideias simultâneas ao desenvolvimento do projeto, eu indico para aguardar o término do atual e na próxima versão acrescentamos a nova ideia.

38 - Como você mede o grau de satisfação de um cliente depois do projeto pago e entregue (com comentários, com o pagamento rápido da última parte, com indicações a amigos dele, …)?

Com os comentários dele. Também se ele honra com o pagamento da parte final. Além de me procurando futuramente para desenvolver outros projetos.

39 - Acontece de clientes pedirem um projeto e depois cancelarem, solicitando de volta o dinheiro inicialmente pago, mesmo com a programação já iniciada? Se sim, o dinheiro é devolvido?

Já tive casos assim, mas geralmente eu deixo crédito para ele. Eu tive investimento de tempo de desenvolvimento, explico ao cliente como podemos negociar isso, precisando de mim para desenvolver outra funcionalidade / aplicação.

40 - Há clientes que querem o modelo de pagamento deles, alguns até solicitam que o projeto inicie sem ao menos dar um sinal (R$). Você aceita essas condições em determinados casos ou não, o modelo de pagamento é sempre o seu?

O modelo de pagamento é sempre o meu, eu não aceito começar sem sinal, já fui vítima e por isso tenho as minhas precauções.

41 - Há comportamento distinto de sua parte quando o cliente é um conhecido? Digo, você é menos rigoroso quanto aos pagamentos?

Não. O tratamento é como qualquer outro cliente. Não é bom misturar as coisas.

42 - O que você faz quando um cliente chega com um protótipo todo no design iOS solicitando exatamente o mesmo em Android?

Eu acho excelente quando acontece isso, assim eu não perco tempo desenvolvendo o design do projeto. Eu analiso todo o app no iOS e transformo em versão Android com rapidez.

Dicas freelancer

43 - Quais são os caminhos para aqueles que já querem monetizar o conhecimento que tem sobre Android, digo, monetizar pegando freelas (recomenda sites de freelas; portfólio no GitHub; …)?

Se você está confiante que pode desenvolver uma aplicação por completo em um prazo dado a um cliente. Já é hora de ganhar dinheiro com o seu conhecimento. Vá divulgar o seu trabalho em palestras, meetups, grupo de desenvolvimento do Google - GDG.

Faça o máximo de networking possível, tenho certeza que sempre vai ter alguém com interesse em seu trabalho.

44 - Para quem está iniciando o portfólio é importante?

Sim. Você tem que mostrar que sabe fazer aplicativos, eu fiz alguns projetos pessoais, coisa simples mesmo, com: lista de itens, passagem de tela com conteúdo e, obviamente, com um propósito, solução a um problema.

Com um portfólio mínimo, mesmo com um aplicativo, acredite, você passa mais confiança ao cliente.

45 - E para aqueles que já têm portfólio, mas têm receios quanto a valores, digo, aumentar os valores dos trabalhos deles?

No começo a gente não sabe o valor a cobrar, isso vem com uma certa experiência como freelancer: saber o valor de cada funcionalidade e o tempo gasto.

Como recomendação, tente sempre fazer o melhor trabalho possível e no próximo, cobre um pouco mais... este "um pouco mais" é você quem defini.

46 - Sobre novas APIs e tecnologias, por exemplo: aplicativos serverless utilizando o Firebase. Você aconselha o estudo dessas novas APIs? Os clientes já solicitam apps com exigências de determinadas APIs?

É fundamental estudar tudo relacionado as novas APIs, pelo menos tem que saber um pouco sobre elas. Os clientes já exigem isso, APIs específicas, e algumas vezes você mesmo precisa aplicar certas APIs mais atuais em suas aplicações.

Há casos onde você pega um freela onde o projeto já foi feito, terá somente de trabalhar a manutenção, e há ali uma nova API e modelo de desenvolvimento sendo utilizados. Então... nunca é demais estudar.

Slides

A seguir os slides da entrevista:

Conclusão

É necessário reforçar a importância de solicitar um sinal antes de iniciar a codificação. Caso você não faça isso, é certo que perderá seu tempo em algum momento.

Se o projeto for longo o suficiente, passar de um mês, solicite pagamentos mensais, por exemplo, com entregas mensais, mostrando o que já foi feito. Mas nessas situações tende a existir um contrato formal, aceito por ambas as partes.

Outra coisa é entregar o projeto somente depois de tudo pago, certifique-se de ter isso no contrato em caso de trabalho formal.

Caso queira entrar 100% no mundo freelancer, é bom participar de comunidades online especializadas nisso, onde você terá dicas de previdência privada, modelos de contratos formais e, obviamente, network.

Não deixe de se inscrever na lista de emails do Blog para receber conteúdos exclusivos e em primeira mão.

E deixe seu comentário sobre o que achou e as dúvidas que ainda tem.

Abraço.

Receba em primeira mão, e com prioridade, os conteúdos Android exclusivos do Blog.
Email inválido

Relacionado

FCM Android - Domínio do Problema, Implementação e Testes Com Servidor de Aplicativo [Parte 1]FCM Android - Domínio do Problema, Implementação e Testes Com Servidor de Aplicativo [Parte 1]Android
Kotlin Android, Entendendo e Primeiro ProjetoKotlin Android, Entendendo e Primeiro ProjetoAndroid
Material DesignMaterial DesignAndroid
Android Studio: Instalação, Configuração e OtimizaçãoAndroid Studio: Instalação, Configuração e OtimizaçãoAndroid

Compartilhar

Comentários Facebook (5)

Comentários Blog (2)

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...
13/09/2017
Parabéns mais uma X.
Foi muito importante todos os pontos citados, pois muitas X o pessoal quer ser freeLa, e não sabe por onde começar.
Obrigado?
Responder
Kleber dos Santos Mourão (3) (0)
12/09/2017
Muito boa a entrevista. Muitas dúvidas e curiosidades foram sanadas.
Para quem está começando é bom ter um experiente na área dando esse tanto de dica... mas a grande dificuldade será sempre como começar. Como se tornar visível...
Responder